segunda-feira, 30 de abril de 2012



first day in london!

A esta hora estou eu a caminho do aeroporto, para entrar num avião e aposto que estou a morrer de sono.
Sim, isto é um post automático. Nem pensar em levar o portátil para Londres, porque o tempo lá é escasso e quero aproveitar ao máximo.
Os planos para o primeiro dia são simples; Hard Rock, Hyde Park, Harrods e ir buscar os bilhetes para o concerto de amanha!!!!!
Depois disto tudo ainda vamos a Camden para a Sofia perder a cabeça e bebermos uns cocktails com a Lau!

domingo, 29 de abril de 2012

portuguese astronauts in the london gig!

IT'S LONDON TIME BABY!!!!!!
Vou dormir 3 horas, se tanto, mas não me importo!
Vai ser tão awsome!
Mas ainda não sei se vou à soundcheck party, porque a lista ainda não saiu e estou a começar a passar-me um pouco.
Anyway ... I'M GOING TO LONDON TO SEE SIMPLE PLAN & WE THE KINGS!
Hora de ir buscar a Sofia e começar os evil plans londrinos!

sábado, 28 de abril de 2012

Simple Plan T-shirts and stuff

Era suposto que estivesse a fazer milhentas cenas, mas não ...
Uma das muitas coisas que tenho para fazer antes de ir para Londres é isto;
É uma das obrigações de quem é a única pessoa que estudou artes nesta familia.
A minha irmã precisa disto para a praxe e como o cortejo é na Terça Feira a seguir á minha chegada, tenho que deixar isto pronto antes de ir.
É algo bastante simples, mas que eu despacharia rapidamente se a tinta não demorasse a secar. Tenho que pintar ambos os lados e ainda só dei a primeira camada num deles.
Em contrapartida ... tudo pronto com as t-shirts e afins que tenho andado a fazer para levar.
O meu preferido;
Ficou mesmo fofinho.
Mas prontos ... as t-shirts estão prontas, não volto a pegar nelas a não ser para as meter na mala.
E por falar em mala ... ainda nem peguei na minha e atirei para lá o que quer que seja.


A parte da frente das t-shirts.
Este é apenas a parte de tras de uma das camisola. As restantes são iguais, o que muda é a cor.
Demora assim tanto tempo a fazer uma lista de pessoas para ir a uma Soundcheck Party? É que eu estou a começar a entrar em panico.
Amanha chega a Sofia, na Segunda vamos para Londres e de lista nem ver.
Eu demorei menos tempo a fazer as cinco t-shirts para os meninos (para isto ser realista há que deixar de lado o tempo que tive que esperar que elas secassem).
Vá lá ... eu até achei o staff bastante simpático e tudo (algo que é de estranhar em mim) ... não me desiludam e postem lá o raio da lista, para eu não ter um mini ataque de coração sempre que venho ao portátil.

favorite song.


Finalmente, alguma coisa nova desta senhora ... apesar de preferir um novo c.d. a um novo videoclip.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

we have the power!


Não sei de quem foi o raio da ideia de juntar o Taylor Kitsch e o Alexander Skarsgård e metê-los em uniformes, mas essa pessoa merecia um prémio!!!
O filme não é nada demais. Aliás, é a versão aquática dos Transformers, mas aqueles dois de uniforme ... delicia para os olhos!
Agora deixem mas é o cabelo do senhor Kitsch crescer, porque o cabelo dele fica melhor comprido.

how you doin'?

Adoro ir ao cabeleireiro porque saiu de lá sempre de bom humor e como a viagem a Londres está próxima, fui lá cortar as pontas espigadas e fazer algo novo; arranjar as sobrancelhas.
Eu tinha dois traços negros em cima dos olhos ... negros e grossos e aquilo estava a começar a fazer-me confusão e parecia que algo de mal se estava a passar por ali.
Como nunca na vida me atreveria a arranjar as sobrancelhas sozinha, achei que foi a oportunidade perfeita.
Eis o resultado;
E sabem o que é que estava mal? Aquelas sobrancelhas grossas e por arranjar faziam com que a minha cara parecesse a de uma menina de 15 anos.
Vim o caminho toda a olhar para o espelho retrovisor, porque não conseguia identificar a cara que lá estava reflectida, o que é estúpido, mas é verdade.
Pedi também para me esticarem o cabelo, porque já estava com saudades de o ver esticado devidamente.
E agora pareço o Joey, sempre que passo por um espelho ponho-me com a piada "how you doin'?" ... I'm such a FRIENDS nerd --'

quinta-feira, 26 de abril de 2012

lost in stereo, all time low


Lost in stereo, lost in stereo
Lost in stereo, lost in stereo
She works for the weekend
Mixtape of her favorite bands
Tearin' up the radio
Lost in the stereo's sound
She's trouble in a tank top
Pretty little time bomb, blowin' up
Take you down, living in the radio
Lost in the stereo's sound
She's dancing alone
I'm ready to go but she's so
Lost in stereo, lost in stereo
She's out of control, so beautiful
In stereo, lost in stereo
And I've been waiting for so long
But she'll never know
I'm losing hope 'cause she's so
Lost in stereo, lost in stereo
Lost in stereo, lost in stereo
Shake down on a Saturday
Sit back, gotta catch my breath
'Cause every time I see her
I know she's gonna take it back somehow
Tattoos and a switchblade attitude
Snakebite heart with a bubblegum smile
Sex in stereo, don't turn the radio dial
She's dancing alone
I'm ready to go but she's so
Lost in stereo, lost in stereo
She's out of control, so beautiful
In stereo, lost in stereo
And I've been waiting for so long
But she'll never know
I'm losing hope 'cause she's so
Lost in stereo, lost in stereo
And I'm just like cellophane
'Cause she sees right through me
I know she's glitter and gold
And that's just the price I pay
When I don't even know her name
She's slipping away
She works for the weekend
Mixtape of her favorite bands
Tearin' up the radio
Lost in the stereo's sound
She's dancing alone
I'm ready to go but she's so
Lost in stereo, lost in stereo
She's out of control, so beautiful
In stereo, lost in stereo
And I've been waiting for so long
But she'll never know
I'm losing hope 'cause she's so
Lost in stereo, lost in stereo
She's dancing alone
I'm ready to go but she's so
Lost in stereo, lost in stereo
She's out of control, so beautiful
In stereo, lost in stereo
And I've been waiting for so long
But she'll never know
I'm losing hope 'cause she's so
Lost in stereo, lost in stereo

i'm gonna be a ninja someday!

Yup, vou dar uma de ninja nestes dias.
Amanha de manha vou ao cabeleireiro, depois vou directa ao shopping, para ver o "Battleship" e ainda vou tentar arranjar uma camera fotográfica de um tamanho decente.
Como se isso não bastasse, amanha ainda vou tentar adiantar uma cena que a minha irmã pediu, porque assim fico com o Sábado mais livre.
Os dias antes de uma viagem são sempre a loucura.

book #120 - a revolta

Aviso já que vai haver imensos spoilers, por isso, se alguém pretende não saber o que se vai passar, aconselho vivamente a não ler este post.
Dito isto ... que raio se passou na cabeça da senhora Collins para escrever um livro destes???
No livro anterior vemos o Cinna a ser espancado e fica no ar se ele realmente morre ou não. Eu tinha a esperança que ele aparecesse lá para o meio do livro, como acabou por acontecer com a Effie. A esperança aumentou quando eles mostram à Katniss o fato de Mimo-gaio e o livro com os desenhos dele. Quer dizer, esperava que um deles dissesse "ah e tal ele mandou-nos isto do distrito tal, onde está escondido" ... mas não, ele está morto!
Mas as coisas não ficaram por aí. O Finnick também morre, bem como a Prim. Porque raio os autores insistem em matar as minhas personagens preferidas? Mais um bocado e estava a ver que ela ia matar o Peeta.
Não é que não tenha gostado do livro, mas acho que a morte do Finnick foi desnecessária. A da Prim ainda consigo perceber, porque se ela não morresse, a Katniss não mataria a Coin e estariam a substituir o presidente Snow pela Coin, o que, provavelmente acabaria por originar numa versão mais soft do Capitólio e dos Jogos da Fome.
Depois disto tudo, fiquei com a impressão que a Katniss é das personagens mais ambíguas que já vi. Por um lado gosto dela, mas por outro ela enerva-me. Fiquei com a sensação que ela simplesmente contentou-se com o facto de ficar com o Peeta e que não está realmente apaixonada por ele.
Gostei do jogo que eles inventaram, para o Peeta ir reconstruindo as suas memórias, porque no fim achei super querido o facto de ele se virar para a Katniss e lhe perguntar "tu amas-me. verdade ou mentira." ... foi um momento fofo, apesar de a resposta dela não me ter convencido por completo.
Mais uma vez, sinto que falta algo num livro desta trilogia e tudo por causa, mais uma vez, por o livro estar escrito na primeira pessoa.
Quer dizer, o leitor perde o momento em que os rebeldes conquistam o Capitólio porque a heroína é atingida por uma bola de fogo nessa altura e perde os sentidos. E foi assim ao longo de toda a saga. Os momentos mais importantes foram deixados de lado, porque a Katniss é sempre o alvo a abater e isso acontece nos momentos mais interessantes do livro.
Mal posso esperar pelos dois filmes que faltam, para ver como é que eles vão dar a volta a alguns momentos importantes dos livros, porque eles ocultaram personagens importantes que aparecem no primeiro livro.

Sinopse;
Katniss Everdeen não devia estar viva. Mas, apesar dos planos do Capitólio, a rapariga em chamas sobreviveu e está agora junto de Gale, da mãe e da irmã no Distrito 13. Recuperando pouco a pouco dos ferimentos que sofreu na arena, Katniss procura adaptar-se à nova realidade: Peeta foi capturado pelo Capitólio, o Distrito 12 já não existe e a revolução está prestes a começar. Agora estão todos a contar com Katniss para continuar a desempenhar o seu papel, assumir a responsabilidade por inúmeras vidas e mudar para sempre o destino de Panem - independentemente de tudo aquilo que terá de sacrificar…

A Revolta é o último livro da trilogia Os Jogos da Fome, cuja adaptação cinematográfica estreia em 2012.
Okay, acabei por adormecer e dormir cerca de duas horas, mas mal acordei a primeira coisa que fiz foi pegar no terceiro volume dos "Jogos da Fome" e terminar de o ler.
Depois disso, fui para o estúdio e terminei umas all stars e uma camisola e ainda tive tempo de colocar uma t-shirt na máquina de lavar, para aquilo que chamo "o teste final". Ya, antes de colocar o que quer que seja na loja online, especialmente relacionado com tecido, tem que passar por um teste, para ter a certeza que está tudo em ordem.
Agora, durante a tarde, vou pintar o meu cabelo (preto, para ver se ele fica com apenas uma cor e não três, como está actualmente) e fazer umas limpezas aqui por estes lados.
Se ainda tiver tempo, ainda passo um pouco a ferro, porque ontem estive o dia todo a ler.

all niiiiiiiiiiigh!

Não tenho sono nenhum e sei perfeitamente porquê. Sim, eu tomei o medicamento, sim ás cinco da tarde senti-me extremamente cheia de sono ... foi um dia normal.
MAS À MEIA NOITE TERMINAVA O PRAZO PARA PREENCHER OS FORMULÁRIOS PARA O SOUNDCHECK!!!
Okay, eu passo a explicar.
Já toda a gente ouviu falar dos meet & greet entre os fãs e as bandas. Bem, os Simple Plan tiveram uma ideia melhor. Soundcheck party's. São lançados uns formulários, uma pessoa preenche e tem direito a ir a soundcheck party's e a early entry's, ou seja, uma pessoa entra antes do resto da multidão e o lugar na primeira fila é garantido!
O senão (ou até não) é que apenas quem está inscrito na SPCrew é que tem acesso a esses formulários. Eu e a Sofia já tratamos disso e tivemos que esperar um par de dias.
Pois, o prazo terminava hoje, o que quer dizer que nas próximas horas (Deus me livre, nem quero pensar na possibilidade de serem dias) a lista dos fãs aceites para a soundcheck party em Londres vai sair e eu e a Sofia podemos estar lá para o meio. No pior dos casos, uma de nós está e a outra não. Sim, para mim esse seria "o pior dos casos" do que nenhuma de nós entrar.
Nem é pela soundcheck party, é mais pela early entry, porque isso significaria que ficamos separadas durante o concerto!!!!
Anyway ... aposto que a minha falta de sono é devido á divulgação da lista.
Eu quero muitoooo ver isto na primeira fila!!!! Vejam o interesse do David quando o Pierre ...
Eu juro que depois de Londres vou tentar acalmar um pouquinho com esta febre de Simple Plan, mas por agora, vão ter que me dar um desconto!

quarta-feira, 25 de abril de 2012

o meu lado geek.

Ás vezes sinto-me demasiado geek. Eu não era assim. Aliás, eu era bem normalzinha antes de entrar na faculdade.
Sim, era fã de Star Wars e filmes de ficção ciêntifica e tudo por aí fora, mas depois de entrar na faculdade o meu lado geek veio ao de cima porque tinha pessoas que também o eram e falavam disso sempre que possível.
Hoje em dia se tenho vontade de ver os filmes de Star Wars ou algo do género, sinto-me geek. Se vejo algo mais técnico e fico ansiosa por isso, sinto-me geek. Não me interpretem mal, eu adoro isso, porque a maioria das raparigas que conheço não são assim, o que me faz sentir diferente.
O meu último ataque geek deu-se quando vi este video;


Sempre quis ver um palco a ser montado. Eu sei que leva horas e horas, mas eu também sou capaz de estar horas e horas sentada sem fazer nenhum. Eu estive na faculdade minha gente. De cinema, ainda por cima.
Anyway ...

the story of your life, we the kings


The story
Of your life is so twisted
'Cause someone out there is missing
Everything you do
You're wasted
Nothing ever really makes sense
If you keep searching you'll find me
Hidden inside you
Leave behind your troubled eyes
See brand new what I can do
Just say yes if you really want me to
We can stay like this or go, go, go
We can take it too fast or take it slow
We can spend our lives oceanside
Or count the stars in the desert
On a magic night
You can lie awake in bed
Or come and sleep with me instead
If you give me one chance to take your hand
I'll fill the empty pages as you write
The story of your life
The story
Of your life is unwritten
So put me down as your ticket
Don't even fight it
You're shaking
You're not sure of the ending
But let me be the beginning
Just put it in writing
Leave behind your troubled eyes
See brand new what I can do
Just say yes if you really want me to
We can stay like this or go, go, go
We can take it too fast or take it slow
We can spend our lives oceanside
Or count the stars in the desert
On a magic night
You can lie awake in bed
Or come and sleep with me instead
If you give me one chance to take your hand
I'll fill the empty pages as you write
The story of your life
This is now, no I don't mean maybe
Just wanna scream and call you baby now
Take a chance and call me crazy
Smile kid, there's only one way out
We can stay like this or go, go, go
We can take it too fast or take it slow
We can spend our lives oceanside
Or count the stars in the desert
On a magic night
You can lie awake in bed
Or come and sleep with me instead
If you give me one chance to take your hand
I'll fill the empty pages as you write
The story of your life
Fill the empty pages
Fill the empty pages

terça-feira, 24 de abril de 2012

freaking out!

Ando numa azafama tal que nem sei para onde me virar.
Hoje terminei as t-shirts, agora só tenho que esperar a tinta secar e ver como ficaram e se necessário, Sábado dou uns retoques.
Hoje era suposto tratar da roupa para levar, mas apenas a meti na máquina de lavar ... acho que passar a ferro vai ter que esperar por amanha.
A semana antes de uma viagem é sempre assim.
A diferença desta viagem é que tenho um concerto pelo meio, o que me faz estar ainda mais ansiosa. Quero que chegue Domingo rapidamente para ter companhia e ter com quem me passar dos carretos. Quero que Terça Feira chegue rápidamente para voltar a ver os Simple Plan e os We The King.
Eu sei que depois de Terça Feira vou desejar que o tempo não tivesse passado tão depressa ... anyway, uma pessoa não pode ter tudo!

thank you*

Eu nunca me importei de emprestar os meus livros a pessoas que sei que os tratarão bem, por isso, quando a Cris me pediu que lhe emprestasse uns livros, não podia dizer não.
Vejam só o que aquela trenga me enviou quando me devolveu os livros!
Eu ás vezes meto-me a ler antigos post's aqui do blog e hoje aconteceu isso mesmo. Estive a ler os post's do último dia de 2011 e só me apetecia chorar, porque, sem me aperceber, neste primeiros meses realizei o que pretendia.
Tinha decidido que 2012 seria um ano de impulsos e surpresas e não podia estar mais orgulhosa, porque tem sido isso mesmo.
Tinha a certeza que ia ao concerto dos Simple Plan, mas nunca pensei nas repercussões que isso teria na minha vida. E sem me aperceber, eis que estamos em Abril e esse simples concerto mudou a minha vida.
Sem pensar duas vezes, entrei numa aventura com a Sofia. Um pequeno impulso, como nunca antes me tinha permitido.
Conheci a Sofia há pouco mais de um ano, quando fui ao concerto dos 30 Seconds to Mars e sem nos conhecermos muito bem, embarcamos numa ida ao concerto dos Simple Plan.
Hoje, estamos em contagem decrescente para irmos a Londres ver aqueles cinco gajos.
Acho que ninguém imagina como é dificil para mim ser impulsiva, porque normalmente penso sempre em tudo e mais alguma coisa ...
A primeira metade de 2012 têm sido surreal e dificil de superar!

i'm ironing 'cause i'm iron man!

Este provavelmente será o meu dia.
Tenho que ir comprar umas tintas, mas depois disso pretendo começar já a preparar as coisas que vou levar para Londres. Eu sei que ainda faltam uns dias (daqui a exactamente uma semana é o concerto!!!!!!!) mas eu já sei como sou e se deixar tudo para a última hora falta sempre alguma coisa e eu acabo por ficar irritada comigo mesma!

crash, the primitive


here you go way to fast
don't slow down you're gonna crash
you should watch - watch your stay here
don't look out you're gonna break your neck
so shut , shut your mouth
cause I'm not listening anyhow
i've had enough, enough of you
enough to last a life time through
so what do you want of me?
got no words of sympathy and if i go around with you
you know that i'll get messed up too with you
na na na na na
na na na na na
here you go way to fast
don't slow down you're gonna crash
you don't know what's been going down
you've been running all over town
so shut , shut your mouth
cause i'm not listening anyhow
i've had enough, enough of you
enough to last a life time through
so what do you want of me?
got no cure for misery and if I go around with you
you know that i'll get messed up too with you
with you
na na na na na
slow down you're gonna crash
na na na na na
slow down you're gonna crash
na na na na na
slow down you're gonna crash

segunda-feira, 23 de abril de 2012

book #119 - em chamas

Toda a gente me diz que este é o melhor livro da trilogia ... e eu ainda nem sei se é verdade.
A verdade é que li este livro mais rápido que o primeiro, mas também encontrei mais falhas nele. Quer dizer ... são tantas as perguntas que ficam sem resposta que eu nem sei por onde começar. E porque é que elas ficam sem resposta? Porque o raio da trilogia é escrita na primeira pessoa! E para mim a história perde o interesse por causa disso. Gosto da história base, mas odeio os livros, porque perdem totalmente o interesse ao serem condicionados pelo ponto de vista da Katniss.
Porque raio os livros não são como o filme, onde nos dão o ponto de vista na arena e o ponto de vista de tudo o que está fora da arena? Seria muito mais interessante e a trilogia seria muito mais interessante.
Quer dizer, porque raio o pessoal do Capitólio não se revolta contra o presidente Snow? Eles, que supostamente adoram a história do Peeta e da Katniss, deveriam de se ter revoltado por eles voltarem para a arena. Deviam de ter-se revoltado por o seu querido espectáculo, o casamento deles, ter sido cancelado por causa do Quarteirão. Enfim ...
E depois temos o Gale. Desculpem lá, eu simpatizo muito com o rapaz, mas acho que ele foi apenas criado para sem o empata-f*das ali do meio.
Quanto ás novas personagens, bem, achei bastante piada a algumas, especialmente à Johanna e à sua suposta aversão a roupas. O Finnick também é bastante fofo, especialmente com a Mags.
Seja como for, a história base é interessante, as personagens são interessante, tudo isso dá filmes interessante, mas os livros em si perdem toda a piada por serem escritos na primeira pessoa.

Sinopse;
Depois de no primeiro volume Katniss se oferecer para substituir a irmã mais nova nos Jogos da Fome, que têm como lema «matar ou morrer», contra todas as expectativas, não só Katniss Everdeen venceu os Jogos da Fome, como pela primeira vez na história desta competição dois tributos conseguiram sair da arena com vida. Os dois jovens Katniss e Peeta tornaram-se agora os rostos de uma rebelião que nunca esteve nos seus planos. E o Capitólio não olhará a meios para se vingar… Um ritmo constante de adrenalina numa obra que promete tornar-se uma das leituras mais viciantes do ano.

Seb, don't touch David's banana!!!

seb's a ninja!


Sinceramente não sei o que é mais engraçado; a música, as habilidades de ninja do Seb ou a cara do David no fim do video!

domingo, 22 de abril de 2012

A missão do dia de hoje era experimentar roupa.
Para facilitar as coisas, decidi criar três montes. O monte da roupa que me serve, o monte da roupa que não me serve e o monte da roupa que precisa de ser apertada.
É de salientar que estou a falar de roupa que já não uso há imenso tempo porque me deixou de servir/fica apertada e a maioria é roupa de verão, porque acho que não tenho paciência para estar a experimentar tudo de uma só vez.
Este é o monte de roupa que me serve.

Este é o monte de roupa que ainda não me serve. Okay, ela serve-me, mas fica demasiado justa para o meu gosto.
E este é o monte de roupa que precisa de fazer uma visita a costureira para apertar.

Resumindo, tenho roupa "nova" para este verão.
Mas o verdadeiro teste nem foi esta roupa. Isto foi;
Estas calças não me servem desde que andava no sétimo ano. É que nem passavam das coxas.
Confesso, ainda me ficam um pouco apertadas e a cintura é demasiado descaída ... mas, hey, já passam das coxas e o botão e o fecho apertam! O que quer dizer que neste momento estou com a constituição física que tinha aos 13/14 anos. Fantástico!

sábado, 21 de abril de 2012

Uma semana, dois quilos!
Se esta semana perder dois quilos, o objectivo de terminar o mês na casa dos oitenta quilos é alcançado e eu serei uma mulher feliz!

sexta-feira, 20 de abril de 2012

10 DIAS!!!!!!!!!!!!!!



o senhor martinho parece o avô da heidi.

E hoje lá fui eu encontrar-me com o senhor George R.R. "Martinho" Martin.
Tenho a dizer que o senhor é bastante simpático e parece o avô da Heidi!
Ainda consegui surpreender o senhor, porque pelos vistos ninguém se lembrou de lhe pedir para assinar o livro da Daenerys, ou seja, ele nunca o tinha visto á frente.
Aliás, a minha foto foi tirada nessa altura, quando lhe disse que era o livro relacionado com a Daenerys. O senhor da editora que estava sentado ao lado dele também entrou na conversa e tudo.
Para quem não sabe, o livro é este;
E onde é que eu pedi para ele assinar? Na secção "Este livro pertence a:"
Like a boss!
Como já disse, agora posso ir vender o livro para o e-bay e dizer que ele era do senhor.
Claro que ele depois lá assinou o típico livro de GOT e prontos;
E prontos, foi este o meu dia com o senhor Martinho.
Com o senhor Heartless, as coisas foram diferente. Já não me lembrava o que era estar com ele ...
Imaginem a cena; Entramos os dois no café da FNAC, apinhado de gente, ele manda um berro "Rita onde estás?" e toda a gente fica a olhar para nós. É que nem deu para disfarçar, porque eu estava mesmo ao lado dele e nem tive reacção.
Okay, ele foi desde o parque de estacionamento até á FNAC a dizer-me que ia fazer isso, mas eu nunca pensei que ele REALMENTE o fizesse.
Mas claro, estamos a falar do Heartless, por isso já devia de estar preparada para tal.
E basicamente foi assim durante as duas horas que estivemos na fila.
Resumindo, o Tio Heartless aprova esta mensagem, aprova o traje da minha irmã (que me mandou uma foto quando estavamos á espera na fila e esta imagem foi a resposta que lhe dei) e, acho eu, aprova este dia!