terça-feira, 15 de maio de 2012

I don't wanna be told to grow up ... I just wanna have fun - Parte 4

Tivemos que esperar até depois da uma da manha pelos Simple Plan. A maioria das fãs estava junto ao portão por onde entravam os camiões, enquanto que eu e a Sofia estávamos sentadas perto da porta que dava acesso ao backstage. Bem, eu estava sentada, a Sofia preferiu estar de pé.
E eis que, assim, sem mais nem menos, aparece o Pierre. Juro que fiquei a olhar para ele como se ele fosse um extraterrestre, porque ele saiu descontraidamente, como se fosse alguém do staff e não o vocalista da banda. A Sofia, não me perguntem o que lhe deu, mas depois de me virar para ela e lhe dizer “olha, é o Pierre”, apontou para ele e perguntou autoritariamente “did you eat the Toblerone?”.
Juro que a partir daí tudo se tornou um pouco desfocado na minha mente. O Pierre pediu-nos para nos alinharmos, de maneira a ter tempo de falar e afins com toda a gente e entretanto o Jeff e o Chuck juntaram-se a nós, bem como o David.
Depois disto tudo, assistimos a algum flirt da parte do David e do Jeff, o que nos deixou um bocado boquiabertas, talvez porque apesar de nalgumas matérias termos uma mente perversa, noutras somos bastante inocentes.
Enfim, depois de termos esperado que o David acabasse a sua conversa sobre carros com um rapariga que mais parecia uma barbie (ainda acredito que aquilo era um código qualquer para “encontramo-nos no banco de trás de um carro e fazemos uma festa”), lá tivemos oportunidade de estar novamente com o David. Mais uma vez, o Jeff fugiu de nós, não me perguntem porquê, mas nós devemos de assustar o rapaz. O Seb não veio cá fora, por isso acabamos apenas por estar novamente apenas com o Pierre, Chuck (que estava mesmo com um ar cansado, por isso não puxamos muita conversa) e o David.
Depois disto tudo, andamos á procura da paragem do autocarro e quando finalmente a encontramos quem é que passa por nós? O Coley, Hunter e Charles Trippy dos We the Kings. Olho para o lado e lá vem um grupo de rapazes, acompanhados pelas namoradas e depois de os reconhecer a minha reacção foi apenas dizer-lhes “hi” ... já a Sofia manteve-se calada. Ainda pensei em lhes pedir o autografo, mas eles estavam com as namoradas e achei que seria abusar, apesar de o autografo do Hunter ser tipo o cromo perdido ... não o consegui em Lisboa nem em Londres ... fantástico.
Anyway ... lá apanhamos ao autocarro, perdemo-nos lá pelo meio (se não me engano tínhamos que apanhar uns três autocarros para chegar ao hostel). A cena era deveras engraçada, porque a Sofia estava a entrar em pânico e eu estava completamente eufórica e apenas dizia “não quero saber, eu tive uma conversa cinematográfica com o Danny Duncan, o que fazia com que a Sofia se passasse da cabeça.
Quando finalmente chegamos ao hostel acabamos por nos deitar na cama tal e qual como estávamos, com a roupa do concerto, tal era o cansaço.
E foi esta a nossa aventura por mais um concerto dos Simple Plan e We the Kings.
Quando é o próximo, porque esta aventura agradou-me imenso!

Sem comentários: