sábado, 30 de junho de 2012

tell me how to get back to, back to summer paradise with you and I'll be there in a heartbeat - parte 4

Confesso que gostei bastante que durante todo o dia fossemos o centro das atenções. Ir para outro pais e fazer com que as fãs sintam inveja de nós é sempre bom para o ego.
Chegamos a Sala Capitol e ficou tudo a olhar para nós. Juro. Nós estavamos a descer a rua e elas não tiravam os olhos de nós. Paramos em frente á entrada, elas não tiravam os olhos de nós. Encostamo-nos a parede, elas não tiravam os olhos de nós. Passou uma hora até que uma delas nos viesse dizer que o fim da fila era do outro lado.
Claro que nós também entramos a matar e foi logo; "nós somos da SP Crew, nós vamos ao soundcheck" ... pimba, estava feito. Juro, odeio as fãs espanholas. Convencidas e histéricas.
Lá para o meio ainda encontramos fãs portuguesas, o que é sempre bom e dá para desanuviar das fãs locais.
E eis que depois aparecem o David, o Chuck e o Jeff. Assim, sem mais nem menos, a descer a rua. Tal como disse, as fãs espanholas são histéricas, mas mesmo muitoooo histéricas. As raparigas pareciam que tinham a franga a arder.
Como é óbvio, saltaram logo para cima deles. Eu, a Sofia e a Karla permanecemos nos nossos lugares, como se não fosse nada connosco. Nós iamos estar com eles em menos de uma hora, porque raio é que me ia meter no meio daquelas malucas?
Espera, espera ... e eis que descobrimos que afinal o pessoal da SP Crew não era o único a ir ao soundcheck e a entrar mais cedo. Os concertos que os Simple Plan deram em Espanha eram uma campanha qualquer da Coca-Cola e pelos vistos havia um concurso qualquer, ou seja, não eramos onze. Tenho a dizer que isso foi tão mal organizado, mas mais á frente explico porquê.
Eles lá nos deixaram entrar para o interior da Sala Capitol, mas não para o local do concerto.
Estivemos imenso tempo a espera e a paciência começava a esgotar-se.

Sem comentários: