domingo, 9 de setembro de 2012

book #135 - bad moon rising

All hail the old Sherrilyn Kenyon!
Adoro os livros que me fazem lembrar a "velha" Sherrilyn Kenyon ... tipo o livro do Talon e do Kyrian. E ao ler o livro do Stryker tive um pequeno gosto disso, mas o livro do Fang ... fiquei completamente eufórica.
Ora bem, a história começa ainda no livro do Talon, quando o Vane faz de guarda costas da Sunshine e depois disso sofre as consequências por ter ajudado os Predadores da Noite, que acaba por ser o início do livro do Vane. Resumindo, é como voltar ao inicio da saga, passando para o livro do Vane e pela short story do Fury.
A questão é que, enquanto que nos livros anteriores somos levados a acreditar que o Fang está numa espécie de coma e que não reage a nada, neste livro é revelado o que realmente se está a passar.
Ao ser atacado por um Daimon, parte da alma do Fang é perdida e ele está no limbo, a lutar contra demónios, enquanto que a Aimee está a caçar e matar os Daimons que atacaram o Fang, para que assim ele possa ter a alma de volta.
Depois disso tudo, somos levados para o drama do livro do Wren.
Resumindo, o livro do Fang é o cruzar de basicamente todos os livros referentes aos Predadores da Noite.
E é aqui que o pessoal que não gosta de spoilers deve de parar!
Pois bem, vamos lá então ...
Mais cedo ou mais tarde o Fang e a Aimee iriam receber a marca. Quer dizer, mesmo que não fosse segundo o Destino, seria através do Savitar, tal como o Wren e a Maggie, ou então pela intervenção de outra pessoa qualquer.
Mas o que me fazia "comichão" no relacionamento deles era a Mama Peltier. Ela nunca foi muito a favor deles os dois juntos e duvidava muito que as coisas fossem mudar, até porque fiquei-lhe com um ódiozinho depois de ler o livro do Wren, mas no fundo, continuava a simpatizar com casal paternal dos Peltier.
Mas não, eu não posso simpatizar com ninguém, quer seja na literatura, cinema ou televisão, eles acabam sempre mortos. E o casal Peltier não foi excepção ... numa reviravolta que nem eu estava á espera, a autora matou a Mama Peltier, que por arrasto levou o Papa Peltier.
Mas, e é aqui que até eu me surpreendi, compreendi perfeitamente a morte do casal. Talvez porque assim a Aimee e o Fang ficaram juntos sem haver ressentimentos com os pais dela, ou até porque o próximo livro é o do Dev ... mas aceitei a morte deles e compreendi a opção da autora, o que é uma raridade.
E agora, tal como disse, é esperar para ter um tempinho e ler o livro do Dev, porque estou mesmo curiosa.

Sinopse;
Fang Kattalakis isn't just a wolf. He is the brother of two of the most powerful members of the Omegrion: the ruling council that enforces the laws of the Were-Hunters. And when war erupts among the lycanthropes, sides must be chosen. Enemies are forced into shaky alliances. And when the woman Fang loves is accused of betraying her people, her only hope is that Fang believes in her. Yet in order to save her, Fang must break the law of his people and the faith of his brothers. That breech could very well spell the end of both their races and change their world forever.

The war is on and time is running out...

Sem comentários: