sexta-feira, 14 de setembro de 2012

no more "what if ...?"

Por mais assustador que possa ser, não vou mais manter-me na ignorância.

Sem comentários: