quinta-feira, 1 de novembro de 2012

book #146 - a cidade das almas perdidas

Alguém deveria de dizer à senhora Cassandra Clare que ela anda a destruir completamente a trilogia original dos Caçadores de Sombras.
Por norma, não gosto das personagens principais ... prefiro as personagens secundárias. Quanto a esta saga, bem, nunca desgostei do casal principal e até gostava do Jace. O que acontece é que, com os novos livros, que vê-se claramente não estarem planeados originalmente, passei a odiar o Jace. Juro que desenvolvi um ódio que nunca pensei sentir em relação a uma personagem literária. E tal não teria acontecido se a autora tivesse ficado pela trilogia, como estava planeado.
E para cúmulo, destruiu o meu casal preferido. Confesso que inicialmente adorei a atenção que ela deu ao Alec e ao Magnus neste livro, mas quando chegou o fim do livro ... bem, não foi bonito de se ver, porque me passei mesmo.
Se a editora e a autora estavam à procura de uma boa maneira de destruir uma saga brilhante, os meus parabéns, porque estão a fazer um trabalho fantástico.

Sinopse;
O demônio Lilith foi destruído e Jace se livrou de seu cativeiro. Mas quando os Caçadores de Sombras chegam para resgatá-lo, tudo o que eles acham é sangue e cacos de vidro. Não só o garoto que Clary ama está desaparecido,como também Sebastian, o filho de Valentim: um filho determinado a ter sucesso onde seu pai falhou, e fazer os Caçadores de Sombras se ajoelharem. Nenhuma mágica que a Clave faça consegue localizar nenhum dos garotos, mas Jace não pode ficar longe — não de Clary. Quando eles se reencontram, Clary descobre as horríveis mágicas que a morte de Lilith causou — Jace não é mais o menino que ela amava. Ele e Sebastian agora compartilham um laço, e Jace se tornou aquilo que ele mais temia: um verdadeiro servo do mal de Valentim. A Clave está determinada a destruir Sebastian, mas não há como machucar um garoto sem destruir o outro. Será que os Caçadores de Sombras hesitarão em matar um deles? Apenas um pequeno grupo de amigos e a família de Clary e Jace acreditam que ele ainda possa ser salvo — e o destino dos Caçadores de Sombras pode depender dessa salvação. Eles devem desafiar a Clave e agir por eles mesmos. Alec, Magnus, Simon e Isabelle têm que trabalhar juntos para salvar Jace: negociando com a sinistra Rainha das Fadas, fazendo acordos com demônios, e no fim se voltam para as Irmãs de Ferro — as que fazem as armas para os Caçadores de Sombras — que os contam que nenhuma arma na Terra é capaz de destruir o laço de Sebastian e Jace. Sua única change de libertar Jace é desafiar o Inferno e o Paraíso — um risco que poderia acabar tirando a vida de um, ou até mesmo de todos. E eles tem que fazer isso sem Clary. Clary entrara nas profundezas das trevas, para jogar um perigoso jogo completamente sozinha. O preço de perder o jogo não custará apenas sua vida, mas a alma de Jace. Ela está disposta a fazer qualquer coisa por ele, mas ela ainda pode confiar em Jace? Ou ele está perdido de verdade? E se o preço for caro demais, até mesmo para o amor?

1 comentário:

kris disse...

E quando ela mete aqueles momentos mais íntimos e depois não acontecia nada. Isto foi umas cinquenta vezes. E ter acabado com o namoro do Alec com o Magnus foi o cumulo