quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Hoje vieram perguntar-me porque raio é que odeio o meu aniversário. Bem, eu não odeio o meu aniversário, simplesmente tenho más memórias de alguns aniversários, mas tirando isso, eu adoro o meu aniversário.
Segunda Feira faço 25 anos e este ano não quero qualquer tipo de celebrações. É o meu último ano em Portugal (não faço ideia se para o ano ou depois disso consigo vir a Portugal nessa data) e tudo o que possa acontecer nesse dia vai lembrar-me disso.
Nos últimos anos, sempre que alguém fazia anos, havia que se fazer uma festa, mas quando chegava o dia 19 de Novembro, ninguém se lembrava de fazer uma festa para mim. Das duas uma, ou eu organizava uma ou então o meu pai e a minha irmã acabavam por trazer um bolo para casa e era uma celebração a três.
Pois bem, uma pessoa fica cansada de esperar que alguém se lembre de todas as festas que ajudou a organizar e este ano não quero festa nenhuma. Prefiro uma celebração a três, com as pessoas que se lembram de mim durante o ano inteiro e que sempre tiveram a boa intenção de trazer um bolo para me fazer feliz no meu dia de anos.
Na realidade, na Segunda Feira vou estar completamente off. Sem net, sem telemovel ... as pessoas têm 365 dias para se lembrar de mim, que usem um desses dias para me ligar ou mandar sms's.
Já para não falar no quão embaraçoso seria reunir alguns dos meus familiares com os meus amigos. "Hey Diana ... é esse o teu namorado?", "hey, quando era pequena, a Diana fazia assim e assado" ... tudo bem que vou deixar o país daqui a dois meses, mas gostava de partir com alguma dignidade.

Sem comentários: