quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

bye bye.

Hoje, por volta das 14 horas apanho o autocarro para Lisboa e amanha, por esta hora, estarei a entrar num avião que me vai levar para a próxima etapa da minha vida.
Tal como tinha dito, assim que a minha aventura pela Escócia começasse, daria por terminada a minha escrita por estes lados e passaria a usar outro blog.
Durante mais de um ano escrevi aqui, passei por aqui todos os dias, mas com tantas mudanças, achei que mais uma seria necessário, por isso, se quiserem saber como esta tuga está a safar-se (ou não) pela terra dos kilts, basta carregarem aqui.
Bye.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Isto fui eu, ontem, às duas da manha.
Tive o dia todo por volta das malas, parando apenas para dar um salto ao cinema para ver Os Miseráveis (alguém devia de dar um Oscar à senhora Hathaway, porque ela quase, QUASE, me fez chorar quando cantou I Dreamed A Dream ... e eu nunca estive tão perto de lágrimas numa sala de cinema).
Mas prontos, ainda estou às amarras com as malas, porque a minha roupa não cabe toda lá e tenho que arranjar maneira de levar tudo o preciso.
Wish me luck.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

domingo, 6 de janeiro de 2013

disney villans.

Como nem sou má pessoa, também fora do natal vou recebendo algumas prendinhas.
Na altura do natal, a Disney Store lançou uma colecção com as vilãs da Disney e sempre que lá ia para comprar as prendas de natal da minha irmã, ficava a babar-me para os produtos, mas nem me atrevi a pedir que me oferecessem, porque eram demasiado caros e não se justificava.
Ora, a minha irmã ficou a saber disso e um dia, depois da passagem de ano, fomos lá. Continuava tudo ao mesmo preço, com a excepção do porta moedas. Aproveitando isso, a minha irmã ofereceu-me o porta moedas.
Depois disso, a minha irmã passou novamente pela loja (a faculdade dela é perto do shopping) e viu que as t-shirts e o pijama tinham baixado para 70% e avisou-me.
Fomos lá e acabei por trazer o pijama e uma t-shirt (haviam duas, mas achei que era abusar).
Assim sendo, fiquei bastante contente com as minhas prendas.

sábado, 5 de janeiro de 2013

compras para o frio.





Estes últimos dias tem sido uma correria para as lojas, em parte para aproveitar os saldos, mas também porque preciso de roupa de inverno que não se resuma a hoodies.
Entre a pouca coisa que me agradou (como é possível o pessoal hoje em dia usar roupa tão florescente?), isto foi o que veio para minha casa. Como bónus, ainda arranjei uma t-shirt do Elmo.
Sim, eu sei que uma t-shirt não é coisa que se use muito por Edimburgo, mas não lhe resisti.
Ainda arranjei dois gorros (ando atrás de um gorro vermelho e este foi o único que encontrei, apesar de não estar 100% satisfeito com ele), dois pares de luvas e dois pares de meias bem quentinhas e altas.

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

christmas gifts.

Ora, faltavam aqui os presentes de natal.
Este ano o Pai Natal foi simpático e ofereceu-me tudo o que tinha pedido, fazendo de mim uma criança feliz no natal.

Um robe e um par de meias quentinhas  anti derrapantes do Igor. Andei a "namorar" isto na loja da Disney durante algum tempo.
Um pijama do Igor, bastante quentinho. Tenho a dizer que fiquei surpreendida por caber num tamanho M, mas a verdade é que me serve e estou apaixonada por ele, mas estou a guarda-lo para Edimburgo.

Meias e caneca do Igor. Sim, este natal fiquei abastecida com cenas do Igor. Já estão na mal com destino a Edimburgo.
Este ano não planeava pedir filme ou livros, mas havia três filmes que tinha que ter, desse por onde desse. Dos três que pedi recebi dois, o terceiro ainda não tinha sido lançado para DVD (yup, meti na lista, mas foi mesmo por meter, na esperança que na altura no natal já houvesse em DVD).
E para completar as prendas do meu Pai e da minha Irmã (sim, todas as prendas de cima foram deles), uma camera fotográfica. Tenho o "calhamaço", como lhe chamo, mas é horrivel ir a um concerto ou a outro lado qualquer e ter que a levar atrás, por isso, pedi uma mais pequena, mas nunca esperei recebe-la.
Um pulseira da Parfois e um cachecol (feito á mão, ninguém tem um igual a este), prendas dos meus primos.
Tupperware para fazer barras de cereais. Por agora vai ter que ficar por Portugal. Prenda dos meus primos.
Para além de dinheiro, os meus padrinhos ofereceram-me este Tupperware. Oras, serve para cozinhar a vapor e segundo a minha prima, que tem um idêntico, é algo complicado de usar, mas que é óptimo para guardar fruta e escorrer massa.
Uma caneca mesmo fofa, com uma tampa. Queria leva-la comigo, mas tive que escolher entre ela e a do Igor e a do Igor venceu com uma enorme margem de diferença.
Sabem aqueles cachecóis com carapuço? Prontos, é o que isto é (aposto que tem um nome especifico, mas passa-me ao lado). É muitooo quente e bastante fofinho.
Mais um pijama, mas este serve apenas para o verão de Edimburgo, mas já está na mala, pronto a embarcar. Foi uma prenda da Cris.
E quando eu pensava que, pela primeira vez na vida não ia receber livros no natal, eis que o David me surpreende e me oferece um livro. É sobre vampiros, a personagem principal chama-se Diana e ele conhece o autor (daí a dedicatória).
E depois, a Sofia ofereceu-me uma capa em pano, bem fofinha (cupcakes *.*) para proteger os livros.

E prontos, ainda recebi dinheiro, mas de resto, foi isto. A maioria das prendas vai comigo para Edimburgo, mas algumas, por falta de espaço na mala, ficam por cá, para noutra altura irem ter comigo à Escócia.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

que a aventura comece ...

Durante todo o ano de 2012 esta frase não me saiu da mente. Queria ter a certeza que, de uma maneira ou de outra, este não seria mais um ano desperdiçado e que daria mais atenção ao que queria e não ao que os outros me diziam.
Vendo bem as coisas, 2012 começou ainda a 28 de Dezembro de 2011, dia em que comprei o bilhete que definiria todo o ano de 2012. Um bilhete que mudou a minha vida completamente.
Dia 11 de Março de 2012 fui ao concerto de uma das bandas da minha adolescência e não estava em nada preparada para as consequências que vieram daí. Acabei por conhecer a banda, conheci o trabalho dos We the Kings e encontrei a pessoa que hoje considero uma das minhas melhores amigas.
Graças a uma simples banda e a essa pessoa, risquei itens da minha pocket list e tive o melhor ano da minha vida.
Fui a Londres, vi um concerto no exterior, fiz uma roadtrip até Santiago de Compostela e tomei a maior decisão da minha vida.
Só espero que 2013 seja metade do ano que 2012 foi, porque se assim for, serei uma pessoa bastante feliz.
Que 2013 comece e que a aventura comece.